• 30 anos de ensino profissional

prova de aptidão profissional do curso de técnico de artes gráficas

No âmbito da Prova de Aptidão Profissional da Turma do Curso de Técnico de Artes Gráficas da Etap Unidade de Formação de Viana do Castelo, foi proposto pelo Diretor de Curso um projeto com um carácter de investigação aplicada, integradora e mobilizadora dos saberes e competências adquiridos ao longo do plano de formação desenvolvido em sala de aula e em contexto de trabalho.

Desta forma, é intenção do Diretor de Curso, não só sensibilizar o aluno para a execução do projeto, mas também para que ele confira ao seu trabalho, um sentido real, de intervenção cívica e de responsabilidade na realização de algo útil em prol da sociedade e da própria língua portuguesa.

Esta Prova de Aptidão Profissional têm por tema principal a base de intervenção nas embalagens dos CTT e será a PROMOÇÃO DE PORTUGAL, nomeadamente da língua portuguesa. A língua portuguesa é a 5ª mais falada no mundo (cerca de 250 milhões de pessoas) e a 3ª europeia mais falada, significa 4,6% do PIB mundial e é por isso um activo estratégico, fundamental para a afirmação de Portugal no mundo. Os CTT comercializam 5 tipos de embalagens: XS, S, M, L e XL. Desta forma o desafio proposto para cada embalagem é, cinco temas, cinco embalagens.

Sendo o Projeto a divulgação da língua Portuguesa, pretende-se que o aluno: encontre, visite, procure e desenvolva um projeto real, com aplicação prática no exterior. No fundo e resumindo, que tenha impacto na população mundial. Este tema, tem dois objetivos principais, o primeiro é dinamizar a participação dos alunos, convidar a observarem no âmbito do design, as carências de interesse social e nacional, que existam no suporte a desenvolver e proporem uma solução de design gráfico, para a promoção de Portugal, nomeadamente da língua portuguesa. O segundo, fazer ver como o Design é necessário na sociedade, como este pode promover Portugal, nomeadamente da língua portuguesa.

As caixas dos CTT percorrem, teoricamente, o mundo, são por isso enquanto viajantes, possíveis canais de comunicação de culturas e tradições. As caixas dos CTT têm a forma de paralelepípedo e três das 6 faces não têm informação técnica dos CTT, ou seja estão livres de conteúdos. Assim a proposta é utilizar as faces livres das caixas para promover Portugal, nomeadamente a língua portuguesa, que é um activo estratégico fundamental para a afirmação de Portugal.

Desta forma este projeto gráfico visa aplicar conceitos estudados e abordados em diferentes disciplinas, ao longo do seu desenvolvimento, assim como aproveitar a aprendizagem desenvolvida nos trabalhos práticos anteriores como método de investigação, e permitir dar resposta em termos de conhecimentos teórico-práticos previstos no perfil de curso da Turma de Técnico de Artes Gráficas.

Outro objetivo importante é motivar e sensibilizar este projeto ao contexto sócio-pedagógico, bem como, a apresentação dos mesmos à comunidade (através de uma exposição), revelando-se de algum interesse mútuo, espreitando sempre a oportunidade de poder mostrar à comunidade o trabalho pedagógico realizado na ETAP-Escola Profissional e em particular no Curso Técnico de Artes Gráficas.

Este projeto desenvolvido ao longo das diferentes fases vai contribuir para um importante enriquecimento de competências e saberes, pessoais, sociais e profissionais, dando assim resposta ao que é esperado do ensino profissional.

 

 

Diretor de Curso | Valdemar Porto