• 30 anos de ensino profissional

técnicos gestão da etap – escola profissional (viana do castelo) visitam alemanha e frança

Em maio passado, a turma Técnico de Gestão 12º ano, da Etap – Escola Profissional (Viana do Castelo), realizou uma visita de estudo pelas terras da Alemanha e França.

Esta visita foi possível graças ao enorme empenho, proatividade, criatividade, espírito de união e trabalho de equipa que esta turma demonstrou na conceção e realização de  um conjunto de atividades com vista à concretização deste projeto.

Freiburg im Breisgau, a pacata e histórica cidade onde a turma se alojou, não só está carregada de cultura e história, como contém uma determinada magia épica que emana uma cultura de encontro entre o Homem e o Ambiente, a indústria e o comércio, a agricultura e o turismo, a política e a vida intelectual.

Cheia de juventude e dinamismo, a cidade é um prolongamento da própria natureza, um resultado da evolução harmoniosa entre a natureza e a vida urbana.

Mas o fascínio dos alunos, bem como a alegria e o entusiasmo com que viveram esta aventura, não se prendeu apenas com a beleza e o verde que parecia cobrir a cidade, mas também com aquilo a que chamamos globalização. Num único espaço, alemães, portugueses, italianos, franceses, … puderam trocar experiências, partilhar culturas, aprender outras línguas, descobrir diferentes modos de viver, … contribuindo para o desenvolvimento de um espírito de interação e de convivência com os outros.

A turma teve a oportunidade de conhecer a parte histórica e administrativa da cidade, ao sabor da descoberta da Rathaus (Câmara Municipal), a histórica Catedral da Arquidiocese de Freiburg, a produção vitivinícola da região, a sua associação comercial… tudo com o paladar de uma outra cultura de um outro povo, no embalo das lendas e tradições da cidade da Floresta Negra, ao sabor da história do pensamento iluminista.

Visitar o estádio do SC Freiburg que, na próxima época, marcará presença na Liga Europa. Fazer o percurso que os funcionários, jogadores, dirigentes fazem num clube de futebol profissional. Apreciar a forma como se gere um clube desta dimensão caracterizado por ter um estádio amigo do ambiente foi, sem dúvida, uma experiência única para quem está habituado a assistir ao fenómeno desportivo à distância da televisão, jornais, rádio ou sentado na bancada do estádio.

Já em França, testemunhou-se o sofrimento daqueles que viveram e morreram no campo de concentração de Natzwiller-Struthoff.

Cada passo dado dentro deste campo, onde milhares de pessoas sofreram numa agonia diária, aumentava a melancolia e o desejo de que tal guerra nunca tivesse acontecido e que não volte a acontecer.

Depois desta visita foi dado um passo em frente na História da Europa, a nossa turma visitou o Parlamento Europeu e o Conselho Europeu, símbolos da liberdade, da paz, da solidariedade entre os povos europeus.

O projecto europeu , na sua fundação, pretendeu afastar as guerras da Europa e promover o desenvolvimento e a cooperação entre os povos. Esta visita marcou muito o grupo pois, num mesmo dia, teve duas visões distintas da Europa: a velha, de cheiro a morte e a medo; e a nova, renascida dos escombros, sedenta de paz e liberdade que ainda procura construir-se por entre as dificuldades económicas, financeiras e sociais que agitam o mundo globalizado.

Terminada a visita, regressamos cheios de alegria mas, ao mesmo tempo, com  uma certa nostalgia por tudo ter terminado e sempre com o desejo ardente de um dia voltar.

 

Cláudia Lima | Aluna do 12º ano de Técnico de Gestão